VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

SAÚDE QUER VACINAR 5,3 MILHÕES DE PAULISTAS CONTRA 3 TIPOS DE GRIPE

Campanha, a partir de 5 de maio, vale para idosos, crianças de 6 meses a 2 anos, gestantes, indígenas e profissionais de saúde

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo pretende imunizar contra a gripe 5,3 milhões de paulistas a partir de 5 de maio, um sábado. O número corresponde à meta de 80% dos 6,6 milhões de idosos com 60 anos ou mais, gestantes, crianças a partir de seis meses e menores de dois anos, indígenas e profissionais de saúde do Estado.

Para garantir abrangência da imunização, a campanha, que acontecerá até 25 de maio em todo o Estado, contará com mais de 7 mil postos de vacinação, entre fixos e volantes, além de 3,5 mil veículos, 32 ônibus e cinco barcos. Ao todo serão 41,6 mil profissionais da área da saúde, estaduais e municipais, envolvidos na ação.


Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha também vacinará a parcela da população participante contra outros 2 tipos do vírus influenza - A (H3N2) e B.

"Vale esclarecer que a vacina não provoca, de maneira nenhuma, gripe em quem tomar a dose, pois é feita de pequenos fragmentos do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção. A imunização contra a gripe é fundamental para evitar complicações respiratórias decorrentes da doença, a exemplo de pneumonias", afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

Palmirinha

Aos 80 anos, ‘Vovó Palmirinha', como agora quer ser chamada, será a "garota-propaganda" da Secretaria para a campanha gratuita de vacinação contra a gripe, que começa em 5 de maio. Ela estará em folderes e cartazes que o governo paulista irá distribuir a postos de saúde, farmácias, hospitais, supermercados, terminais de ônibus e estações de metrô, entre outros locais. A apresentadora e culinarista abriu mão do cachê.

 

Matéria disponibilizada no site: http://www.saude.sp.gov.br/ses/noticias/2012/abril/saude-quer-vacinar-53-milhoes-de-paulistas-contra-3-tipos-de-gripe 

> � � , d �,� � foi contaminado com a doença há 23 anos durante uma seção de hemodiálise. Ele ainda tem insuficiência renal, mas como o diagnóstico da hepatite foi rápido, ele conseguiu evitar maiores problemas através do tratamento.“Trata-se de um tratamento rigoroso, pois o vírus fica encubado durante 20, 25 anos e temos de tomar remédio para combatê-lo”, explicou.

Atualmente as transfusões de sangue e hemodiálises são seguras no estado. Uma das recomendações dos especialistas é em relação aos tratamentos estéticos. O cliente deve pedir uso de equipamentos descartáveis ou a esterilização dos equipamentos com o uso de autoclave, que é um equipamento de segurança hospitalar.

Quando a doença avança, os sintomas se tornam mais evidentes: urina escura, rosto amarelado, sensação de peso na barriga, porque o fígado começa a deixar de funcionar.
O exame para diagnosticar a hepatite C está disponível no Sistema Único de Saúde.

Hepatite
De acordo com a enfermeira do ambulatório de hepatites virais de São Carlos Daniela Maria Falcão, hepatite é toda inflamação no fígado. "Há vários tipos de hepatite além das virais, como a hepatite alcoólica, autoimune, medicamentosa, entre outras. As causas são variadas. As virais, por exemplo, atacam o fígado”, explicou .

Com relação as hepatites virais há uma diferença de um vírus para o outro, mas a forma e evolução dessas doenças são diferentes. A maioria das pessoas que têm hepatite viral crônica não desenvolvem sintomas e, quando eles surgem, já é causa da evolução da doença.

O tratamento da hepatite C segue um protocolo do Ministério da Saúde e a pessoa deve ser encaminhada para as condutas adequadas e tratamento. A hepatite A, o tratamento pode ser feito em unidades básicas, pois ela não se torna crônica e o tratamento é em relação aos sintomas. A hepatite B tem um tratamento mais fácil, mas existe também a vacinação.

Postar um comentário

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Caiçara por opção, itanhaense de coração. O que você precisa para ser feliz?

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog