VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

domingo, 22 de julho de 2012

PESSOAS DESAPARECIDAS: O QUE FAZER? A QUEM COMUNICAR?

É comum a veiculação de e-mails divulgando o desaparecimento de pessoas. Entretanto, a difusão de tal prática é inócua, pois não traz benefícios a ninguém, apesar da boa vontade dos internautas. Contatada a família do "desaparecido", temos a ciência do engodo.
Nos diversas Unidades da Federação as Secretarias da Segurança Pública divulgam uma série de informações para que sejam evitados desaparecimentos e o que fazer quando encontramos crianças ou adolescentes nessa situação.
Também são divulgadas técnicas que visam evitar o perdimento de pessoas da família.


Em São Paulo, comemora-se o dia 25 de maio como o Dia Estadual das Pessoas Desaparecidas. Neste Estado, o material pode ser acessado no endereço http://www.policiacivil.sp.gov.br/programa/.
Aqui foi criado, com o apoio de diversos órgãos públicos e entidades civis, o Programa São Paulo em Busca das Crianças e Adolescentes Desaparecidos, que prevê um conjunto de ações voltadas para a prevenção e localização de crianças e adolescentes desaparecidos no Estado de São Paulo.
A Secretaria da Segurança Pública implantou um sistema computadorizado de envelhecimento de imagens, que será aperfeiçoado com recursos de 3D e permitirá simular a aparência atual de pessoas desaparecidas há algum tempo.
Quanto às parcerias com ONGs e entidades civis, temos o exemplo do Projeto Caminho de Volta, da Universidade de São Paulo, que se utiliza de tecnologia de ponta e um banco de DNA, para a identificação de pessoas desaparecidas. 

segunda-feira, 16 de julho de 2012

COMO DENUNCIAR O PLANO DE SAÚDE QUE NÃO CUMPRIR O PRAZO MÁXIMO PREVISTO

Saiba como denunciar seu plano de saúde

Cliente deve procurar operadora para obter alternativa de tratamento se o prazo máximo for desobedecido e, se ainda assim o problema não for solucionado, pode fazer uma denúncia à ANS


Estadão.com.br
SÃO PAULO - O cliente de plano de saúde que não for atendido dentro do prazo máximo previsto deve procurar a operadora para tentar obter uma alternativa ao tratamento solicitado, segundo a associação de defesa do consumidor Proteste. Neste contato é importante anotar o número de protocolo do atendimento, o que comprovará a solicitação. Nesta terça-feira, a Agência Nacional de Saúde (ANS) decidiu nesta terça-feira, 10, suspender a venda de 268 planos de saúde comercializados por 37 operadoras. O desrespeito aos prazos máximos de atendimento aos usuários motivou a decisão do órgão.
Caso a operadora não solucione o caso, o consumidor deve fazer uma denúncia à ANS, por meio de um um dos canais de atendimento do órgão: Disque ANS (0800 701 9656), Central de Relacionamento no site da Agência (www.ans.gov.br) ou ainda, presencialmente, em um dos 12 Núcleos da ANS nas principais capitais brasileiras (Veja os endereços: http://www.ans.gov.br/index.php/aans/nossos-enderecos).
"A ANS está proibindo que esses planos possam ser vendidos enquanto a operadora não prestar atendimento adequado àqueles que já os possuem. Não prejudica o beneficiário, pelo contrário, protege essas pessoas", disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

SOBRE LOUÇAS DE BANHEIRO E A AULA DE ENFERMAGEM

imagem: http://www.forumdaconstrucao.com.br/materias/imagens/00426_01.jpg


Fiz uma filha, Stéphanie (Fanny, Stef ou Fanie, como gosta de ser chamada). Com o casamento, ganhei outras três meninas, que já moraram comigo: Kátia (de Katherine), Karen e Caroline. Hoje, todas adultas, vivem conosco, ainda, a Kátia e a Carol.
Bem, a Kátia (que é um amor, um doce) estuda Enfermagem.
Hoje, limpando os dentes com o fio dental, afirmou: "Isto é errado".
???
"A louça do banheiro deve ser branca - ou clara".
Segundo sua professora, pia e vaso sanitários devem ser claros, por medida preventiva.
Como saber quando uma gengiva começa a sangrar?
Quando a urina está escura?
Qual a cor da urina?

terça-feira, 10 de julho de 2012

NOVA MEDIDA DE COMBATE À DENGUE


imagem: http://www.casacivil.ma.gov.br/site/images/stories/dengue.jpg
A professora orienta as crianças sobre medidas de prevenção no combate à dengue: não deixar água parada em vidros, potes, pratos e vasos de plantas, garrafas, pneus, latas ou panelas, calhas de telhados, folhas, tocos e bambus, buracos de árvores ou qualquer outro local que possa armazenar água de chuva. Explica como guardar o lixo e a cobrir os pratos dos vasos com areia. 
Entre as informações transmitidas, a da utilização de água sanitária dissolvida em água corrente, eficiente para a eliminação das larvas do mosquito transmissor.

Em casa a menina, aplicada, segue à risca o aprendido e informa à mãe que borrifou todas as plantinhas com água sanitária.
- De onde você pegou a água sanitária?
- Do banheiro, ora! 
Água do vaso sanitário: se não explicada a procedência do líquido, tem lá a sua lógica.
Haja água sanitária, pois a pequena mora em uma chácara!


Em tempo: Pesquisadoras da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de São José do Rio Preto, no Estado de São Paulo, descobriram que a cafeína é tem grande eficácia contra o desenvolvimento da larva do mosquito Aedes aegypti. Quanto maior a concentração de cafeína na água parada, menor o tempo de vida das larvas.
Foi registrada uma taxa de mortalidade de 100%, sendo que nenhuma das larvas conseguiu chegar ao último estágio de desenvolvimento.
O mesmo resultado foi obtido com borra de café mediante a mistura de quatro colheres de sopa de borra em cada copo d'água.
Inseticida natural, a borra de café não agride a natureza, pois é inofensivo ao ser humano, assim como aos animais e plantas.
Contra a aplicação de inseticidas comuns existe a toxicidade e a resistência que os insetos adquirem ao longo do tempo. São recomendados, além da borra de café, sal de cozinha e água sanitária

domingo, 1 de julho de 2012

MÓDULO II – PRONTO SOCORRISMO

BRIGADA DE INCÊNDIO E SOCORRISMO
"VOCÊ SABERIA COMO PROCEDER?"
MÓDULO II – PRONTO SOCORRISMO
PARTE A - RISCO MÉDIO


PARTE I - DEFINIÇÃO
Pronto socorrismo é o atendimento imediato e provisório dado a uma vítima de acidente ou enfermidade imprevista, por qualquer pessoa, fora do ambiente hospitalar, desde que treinada.
Geralmente se presta no local do acidente, até que se possa colocar a vítima aos cuidados médicos.
Objetivos - Diminuir a dor, evitar o agravamento das lesões e a morte da vítima.

PARTE II - ANÁLISE PRIMÁRIA
É uma avaliação que se realiza sempre que a vítima está inconsciente, sendo necessário se checar as condições que colocam em risco iminente a vida do paciente.
Passos para a realização da análise primária: os eventuais problemas devem ser observados pela ordem e importância:
a) estabilizar a coluna cervical manualmente, verificar responsividade e desobstruir as vias aéreas;
b) verificar a respiração;
c) verificar grandes hemorragias.

PARTE XIV -VENTILAÇÃO

BRIGADA DE INCÊNDIO E SOCORRISMO
“COM FOGO NÃO SE BRINCA”
MÓDULO I – PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS
PARTE XIV - VENTILAÇÃO


No combate a incêndios é a remoção de gases, fumaça e vapores quentes de um local confinado, trocando os produtos da combustão por ar fresco, facilitando a ação no ambiente sinistrado.
Temos dois tipos de ventilação: natural e forçada.


VENTILAÇÃO NATURAL: É a utilização do fluxo normal de ar, com a finalidade de ventilar o ambiente. Abrem-se as portas, janelas, fazem-se aberturas em paredes, telhados e clarabóias. Retiram-se na ventilação natural as obstruções que não permitem o fluxo normal dos produtos da combustão.


VENTILAÇÃO FORÇADA: É um sistema utilizado para retirar produtos da combustão, em ambientes onde não foi possível estabelecer os fluxos naturais de ar, utilizando-se equipamentos e outros métodos. A ventilação divide-se em horizontal e vertical.

PARTE XI - EQUIPAMENTOS DE COMBATE A INCÊNDIOS. PARTE XII - EQUIPAMENTOS DE DETECÇÃO, ALARME E ILUMINAÇÃO. PARTE XIII - EXERCÍCIO SIMULADO DE PLANO DE ABANDONO

BRIGADA DE INCÊNDIO E SOCORRISMO
“COM FOGO NÃO SE BRINCA”
MÓDULO I – PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS
PARTE XI - EQUIPAMENTOS DE COMBATE A INCÊNDIOS


Os equipamentos de combate a incêndios são classificados como: portáteis (extintores portáteis); sobre rodas (carretas); sistemas fixos (hidrantes, sprinklers, sistemas de espuma, sistemas de CO2, etc.)


EXTINTORES PORTÁTEIS
São aparelhos destinados a combater princípios de incêndios, bastando somente uma pessoa para sua operação. Tais aparelhos devem ser testados sempre voltados para o chão.


EXTINTOR DE ÁGUA (pressurizado)
Capacidade: 10 litros
Alcance do jato: 10 metros - portanto, não é preciso ficar ao lado do fogo
Pressão de trabalho: 14,5 kgf/cm2
Princípio de Operação: a pressão interna faz o arrastamento da água quando o gatilho é acionado.
O rótulo, na embalagem, indica qual é o agente expelente.
Tempo de descarga: 60 segundos
Aplicação: princípio de incêndio classe A

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Caiçara por opção, itanhaense de coração. O que você precisa para ser feliz?

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog