VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

MINISTÉRIO DA SAÚDE: QUASE METADE DOS BRASILEIROS ESTÁ ACIMA DO PESO

Pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde mostra que 48,5% da população brasileira está acima do peso ideal. Segundo o estudo, o percentual de gordos em 2006 era de 42,7%. No mesmo período, a proporção de obesos subiu de 11,4% para 15,8%.

O levantamento revela ainda que o sobrepeso é maior entre a população masculina. Mais da metade dos homens (52,6%) está acima do peso ideal, enquanto 44,7% das mulheres apresentam sobrepeso. 

Ainda segundo a pesquisa, o excesso de peso entre homens começa cedo: entre os que têm entre 18 e 24 anos, 29,4% já estão acima do peso. Na faixa etária entre 25 e 34 anos, 55% da população masculina apresenta excesso de peso. A porcentagem sobre para 63% na faixa etária entre 34 e 25 anos.

Já entre mulheres jovens (até 24 anos), 25,4% apresentam sobrepeso. A proporção aumenta para 39,9% entre 25 e 34 anos, e mais que dobra entre brasileiras de 45 a 54 anos (55,9).

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, divulgaram os dados mais recentes da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), que coletou informações nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal.

Segundo o Ministério da Saúde, Porto Alegre é a capital que possui a maior quantidade de pessoas com excesso de peso (55,4%), seguida por Fortaleza (53,7) e Maceió (53,1). Na outra ponta da lista, com a menor proporção de pessoas com sobrepeso, estão São Luís (39,8%), Palmas (40,3%), Teresina (44,5%) e Aracaju (44,5%).

São Paulo apresenta 47,9% de pessoas com excesso de peso. A proporção no Rio de Janeiro é de 49,6%, e no Distrito Federal é de 49,1%.

Em São Paulo, a proporção de obesos é de 15,5%, no Rio de Janeiro o percentual é de 16,5% e no Distrito Federal os obesos representam 15% da população.

Tabagismo

Um dado positivo foi a diminuição do tabagismo, passando para menos de 15% da população em 2012. "Pela 1ª vez estamos abaixo da média em relação ao tabagismo. Isso é retrato das políticas que vêm sendo exercidas", disse o ministro Padilha. Segundo ele, a decisão da Anvisa de proibir os aditivos em cigarros irá ajudar a redução entre mulheres e jovens. "O reforço da fiscalização contra a pirataria no cigarro também contribui para que os números do tabagismo diminuam mais", acrescentou.

Outra medida recente para reduzir o número de fumantes foi a proibição de fumódromos em locais públicos. "Espaços coletivos e locais de trabalho são lugares que têm que estar livres do tabaco", argumenta o ministro. Segundo a pesquisa, a redução de fumantes explica a queda anual de 1,98% das mortes por doenças cardiorrespiratórias no Brasil.

Sedentarismo
Outra boa notícia foi a redução de sedentarimo da população nos últimos três anos (2009 a 2011), segundo Barbosa. Florianópolis (SC) é a capital brasileira que se destaca na atividade física no tempo livre, com 41% de sua população.

Postar um comentário

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Caiçara por opção, itanhaense de coração. O que você precisa para ser feliz?

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog